CICLOSPORINA

CICLOSPORINA – ALTERNATIVA NO TRATAMENTO DA DERMATITE ATÓPICA

Um recente estudo foi desenvolvido sobre o uso da ciclosporina no controle e tratamento da dermatite atópica canina, com 71% a 75% de taxa de satisfação dos clientes. A administração oral de ciclosporina na dosagem de 5 mg/kg apresentou eficácia similar à da predinisolona na dosagem de 0,5 mg/kg em um estudo de 6 semanas.

Guaguère, Stefan e Olivry (2004) relata um trabalho em que o objetivo foi comparar a eficácia da ciclosporina versus o uso de glicocorticóides no tratamento da atopia canina. Ambas as medicações resultaram em uma melhora similar nas lesões da pele e no prurido, entretanto, verificou-se que a incidência de infecções bacterianas na pele, foi menor em cães recebendo ciclosporina do que nos tratados com metilprednisolona.

Para tratamentos de longa duração, a ciclosporina torna-se uma alternativa.

A substituição do uso dos glicocorticóides pela ciclosporina tem aumentado devido ao fato desta oferecer poucos efeitos colaterais, dos quais podemos citar a diarreia, hiperplasia gengival, papilomatose oral e anorexia. Os efeitos gastrointestinais podem ser reduzidos se a ciclosporina for associada a outros fármacos como o omeprazol.

Os demais efeitos são raros e reversíveis após a interrupção do tratamento.

PROPOSTA TERAPÊUTICA:

Ciclosporina ……………………………………..5-10mg/kg/mL

Emulsão oral com sabor………………………………q.s.p.30mL

Dar 1mL ao dia por 16 semanas. Com a remissão dos sintomas após 4 semanas pode-se reduzir a administração para dias alternados, seguida por redução para 2 vezes por semana.Recomenda-se a administração da ciclosporina 2 horas antes ou após a alimentação.

ATENÇÃO! A única forma farmacêutica para manipulação da Ciclosporina para uso oral é a emulsão, não podendo ser manipulada em cápsulas, pastas e biscoitos.

Além do prurido, os sintomas que levam a suspeitar de uma dermatite atópica incluem:

Ruborização do abdómen, axilas, face, orelhas e pés (vermelhão)

Aparecimento de pústulas no abdómen

Mordiscar e lamber espaços interdigitais (entre os dedos) e região perianal

Otites recorrentes

Pele grossa e grisalha

Pêlo escasso e sem brilho

Infeções de pele com recidivas após tratamento

alopécias (falhas de pelo), arranhões e feridas devido ao coçar, lamber ou mordiscar constante

Leave a Comment

pt_BRPortuguese
pt_BRPortuguese
Abrir chat
Precisa de ajuda?
Olá podemos ajudar?